quinta-feira, 19 de maio de 2016

Você aguenta





Foto: Reprodução

A primeira vez que me disseram a frase “você não recebe um peso que não consiga suportar”, absorvi o sentido de cada palavra quase que completamente. Ok, na frase às vezes variam verbos e palavras, mas o significado permanece o mesmo: pode parecer que não, mas você consegue. Se houvesse uma expressão que se encaixasse em nossa vida como as peças de um quebra-cabeça, seria esta.
Vira e mexe a gente acha que está muito pesado. Que ficou difícil demais, que não teremos forças. Ora, justo eu, que nem levanto peso na academia e mal consigo rodar o lacre da tampa do refrigerante?
É muito para mim.
Nos colocamos em uma situação de incapacidade de fazer o que tem que ser feito, simplesmente porque parece que não é apenas uma mochila que está em nossas costas, mas um verdadeiro hipopótamo, com suas tantas toneladas. Daí desabamos no chão.

Pesou, não aguentei, caí.
Aceitamos que não temos como continuar e damos aquelas três batidinhas no chão, como um adversário derrotado naquelas lutas que passam na televisão. Mas, olha, erga a cabeça por um instante ao invés de só mirar o piso frio: quem é que está te enfrentando?
É aquela situação que você foi levando para ver onde daria? Ou a oportunidade que simplesmente se transformou em algo ruim e começou a te atrapalhar? É aquela amizade que te faz mal? Aquela pessoa que parecia especial, mas não era tudo isso? O dia tenso em que tudo virou do avesso? Aquela notícia inesperada que te pegou desprevenida, mudando o seu humor na mesma hora?
É tudo isso e, ao mesmo tempo, não é. É apenas a vida.
É a vida testando as suas forças, tecendo as tramas, te mostrando que nem sempre é fácil, mas que você deve passar por ela com a leveza de quem carrega apenas uma pena.

Compre esta ideia: no começo, pode parecer uma tonelada, mas, se a sua cabeça mentalizar que é apenas uma pluma, uma pluma será.
Você consegue suportar porque é capaz. Imagine um balão preso a uma única linha por um tijolo, ao chão. Agora corte-a e deixe o balão subir, como se nada antes o tivesse amarrado em terra. Livre.
É tudo tão imaginário, tão simbólico e aparente que, se você esticar suas mãos, firme e segura de cada decisão, os problemas acabarão se dissolvendo, um a um. Todos estes pesos, afinal, não existirão mais.
Por isso, levante esta cabeça. Agora o que importa é você e todos os seus objetivos, alinhados, e a determinação para continuar sutilmente, tão leve como o vento. Porque você aguenta. Você consegue.
Retirado do blog:http://www.depoisdosquinze.com/category/comportamento/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente...